Ideia

Como abrir uma lavandaria self service

Introdução

No mundo hiper-movimentado de hoje, são precisas soluções práticas para os problemas do dia-a-dia. As lavandarias self-service, ideia originária da América, vêm responder à necessidade de despachar os problemas de lavar e secar a roupa, com comodidade e a baixo preço. Tudo começou com a emancipação da mulher. Antigamente era a mulher que tratava de todas as tarefas domésticas. A mulher moderna tem um emprego e uma série de atividades que lhe deixa pouco tempo para as tarefas domésticas. O mundo inteiro vive hoje num ritmo impressionante e são procuradas soluções rápidas e eficazes. E acontece que é mais prático e barato lavar e secar numa lavandaria self-service do que lavar em casa. Basta comparar os preços que gasta em detergente e água em casa, com as moedinhas que gasta numa lavandaria self-service.

Para começar da melhor maneira

Para começar é essencial encontrar um bom contabilista. Recomendamos a GAPIC (www.gapic.pt) que o ajuda a estruturar a sua ideia, e o aconselha financeiramente e em termos de legalização e financiamento – gratuitamente até à constituição da sua empresa.A GAPIC ajuda-o também a beneficiar dos apoios que existem (microcrédito, microinveste, e apoios do IEFP). Por isso não tem nada a perder. Contate-os e marque uma reunião no seu website (www.gapic.pt)

Rentabilidade do negócio

A margem de lucro no negócio das lavandarias self-service é na ordem dos 30%, com preços de lavagem a rondar os quatro euros (atualmente), e a secagem a rondar os dois euros. Um espaço com uma frequência média dá um lucro mensal a rondar os 1300 euros. Aconselhamos que tenha atenção às rendas do espaço, não mais de 500 euros mensais, ao número de residentes na zona e à concorrência. Se Lisboa já é um mercado que começa a ser explorado, em muitas outras zonas do país, principalmente no interior, este negócio ainda não existe – pelo que representa uma grande oportunidade. Há sempre vantagem em sermos pioneiros em alguma coisa, pois vamos explorar uma necessidade que existe e que ainda não está satisfeita. E quando não há concorrência, toda essa procura latente se dirige para o nosso negócio. Mas seja cauteloso. Na região onde pretende implantar o seu negócio faça alguns estudos de mercado, perguntando a algumas dezenas de pessoas se vêm necessidade neste negócio. A quantas mais pessoas você perguntar, com melhor percepção ficará se eles estariam dispostos a utilizar o seu serviço. Procure sobretudo jovens, com estilo de vida ativo e abertos às novidades.

Fatores críticos de sucesso no negócio das lavandarias self-service

Para uma pessoa menos experimentada, o negócio das lavandarias self-service é um negócio de lavar e secar roupa apenas. Mas na verdade é um negócio que lida com as emoções humanas. É um negócio de serviços, e tal como em todos os negócios de serviços, quem quer ter sucesso tem de tratar bem os clientes. Só assim eles voltarão à sua loja.

Se for simpático, e reservar tempo para falar com os clientes da sua lavandaria, vai aprender sobre as suas necessidades, assim como sobre as suas preferências de serviço. Este tipo de informação vai ajudá-lo a construir e melhorar o seu negócio.

Mesmo que decida contratar empregados e deixar as relações públicas a cargo destes, vai mesmo assim precisar de uma boa inteligência emocional para gerir e motivar estas pessoas a fazer algo mais do que explicar o funcionamento das máquinas aos seus clientes.

Na sequência deste raciocínio, pense numa lavandaria self-service como um espaço de interacção social – um pouco como você vê nos filmes americanos, onde verdadeiras histórias de amor se desenrolam nestes espaços. Apesar do mercado português estar a assistir pela primeira ao boom destes estabelecimentos, as lavandarias self-service americanas já estão numa fase madura. Isto quer dizer que já enfrentaram e ultrapassaram muitas das dificuldades deste negócio. Nos Estados Unidos, as lavandarias oferecem serviços suplementares como cafetaria / snack bar ou máquinas de vending – que são boas desculpas para meter conversa. Para se poder diferenciar, primando pela qualidade, pense mais à frente e visualize tudo o que a sua lavandaria self service pode ser.

Custos Iniciais

Como qualquer negócio, existem alguns custos básicos a ter em conta para colocar o negócio em andamento, sendo que esses custos irão depender da forma como pretende iniciar a atividade em lavandarias self service. Se já possui um espaço próprio ou se pretende alugar um espaço terá de ter em conta o seguinte:

  • Estudo de mercado
  • Construção / Remodelação de espaço existente
  • Licenciamentos
  • Equipamentos
  • Marketing

Optando por adquirir uma lavandaria existente os custos associados serão diferentes, mas na mesma deverá ser feito um estudo de mercado e perceber-se se o equipamento existente é o adequado, ou deverá sofrer alterações.

No entanto seja qual for o tipo de investimento inicial à que ter em conta os seguintes custos mensais para manter o negócio em funcionamento:

  • Aluguer mensal do espaço (quando aplicável)
  • Custos eletricidade, água e gás
  • Empregados (salários, impostos, seguros, etc.)
  • Seguros (incêndio, roubo, vandalismo)
  • Publicidade
  • Manutenção (limpeza, detergentes, etc.)
  • Fornecedores
  • Contabilidade, Marketing, Internet, Software
  • Impostos

Após averiguar todos este fatores, e caso não tenha experiência deverá este estudo ser feito por um profissional, então poderá tomar a decisão de arrancar com o projeto. Tudo dependerá se irá reformular um espaço, se já tem o espaço ou se vai alugar um. Investigue todos estes fatores de modo a poder tomar uma decisão consciente e se tem capital para avançar, ou terá de procurar o capital necessário para poder abrir a sua lavandaria self service. Existem algumas formas de obter este capital. Para saber quais em pormenor deverá contatar a GAPIC (www.gapic.pt)

 

Onde obter o equipamento inicial para arrancar com o seu negócio

Existem muitos fornecedores de máquinas de lavar e secar self-service. Aqui destacamos algumas:

Speed Queen (a nº1 mundial nesta área). Não exige investimento inicial, nem royalties.

La colada Clean and Dry (firma espanhola, apresenta preços de instalação no seu website). Também sem investimento inicial e sem royalties.

IPSO

Paulo Armário (Equipamentos Hoteleiros)

Milservice (Máquinas Miele)

Fagor

1000wash&care (Máquinas Míele)

Aqua Pratica (Electrolux)

Encontre um bom contabilista.
Um bom contabilista é crucial para o sucesso de uma pequena empresa. Adquirir o capital para começar um negócio e lidar com as finanças dele será um desafio, por isso você precisará de alguém com experiência para guiá-lo pelo processo. Um contabilista não só o ajudará com as taxas e livros de contabilidade, mas também será um conselheiro financeiro nas decisões de negócios. Portanto, contrate alguém em quem possa confiar. Recomendamos a GAPIC (http://www.gapic.pt) pois para além de 35 anos de experiência no mercado, tem também a experiência de lidar com lavandarias self-service.

 

10 comentários

  1. Bom dia Gonçalo, pode por favor confirmar se quando fala em lucro mensal se refere ao montante que fica após pagamento de todas as despesas (renda, água, luz, fornecedores, etc)? Muito obrigada pelas informações. Cumprimentos

      1. Olá mais uma vez Gonçalo. Obrigada pela sua resposta. No entanto, surgiu-me mais uma questão. O Gonçalo aconselha a GAPIC para acompanhamento da constituição do negócio. O acompanhamento que a GAPIC faz é em termos de aconselhamento financeiro e legalização ou também ajuda no estudo de mercado?
        Mais uma vez obrigada! Cumprimentos

      2. Bom dia Ana! A GAPIC faz um acompanhamento inicial na criação do seu negócio, explicando-lhe todas as etapas que tem de ultrapassar para constituir a sua empresa. Algumas dessas etapas são com efeito o financiamento e a legalização. Durante todas as etapas para criar o seu negócio, a GAPIC presta apoio sob a forma de aconselhamento muitas vezes em questões importantes como se o negócio é rentável, ou qual a melhor localização, etc. Este apoio é gratuito, pois é uma forma de demonstrarmos a qualidade do nosso serviço base, que é a contabilidade, e que irá necessitar para constituir a sua empresa. Em relação ao estudo de mercado, não realizamos e por norma não aconselhamos os jovens empreendedores a realizarem esses estudos de mercado recorrendo a especialistas, pois normalmente são bastante dispendiosos. O que aconselhamos é os jovens empreendedores realizarem os seus próprios estudos, quer através de entrevistas, sondagens, análise da concorrência, etc. No fim de contas, mesmo com estudos de mercado, terá sempre de ter a sensibilidade comercial para os interpretar. Podemos no entanto indicar parceiros nossos que poderão realizar esses estudos de mercado que pretende. Se necessitar de esclarecimentos adicionais por favor não hesite em contatar. Melhores cumprimentos, Gonçalo Serras

    1. Boa tarde Roseli! Não conhecemos nenhuma empresa que faça franquia, mas essa é uma questão que poderá colocar aos fabricantes. No nosso artigo está uma lista de fornecedores, contate-os e coloque essa questão. Boa sorte!

  2. Boa tarde!

    Quando fala, no campo dos fornecedores, que nao exigem investimento inicial nem royalties refere-se a que?

    Obrigado e cumprimentos,

    Cristina Ferreira

  3. Boa Tarde Gonçalo, em 2016 o Gonçalo diz que o lucro mensal era de 1300 euros, consegue-me dizer quais os valores actuais em 2020, sendo que agora existem muitas mais lavandarias do que existiam em 2016?

    1. Boa tarde Hugo, com efeito o estudo refere-se a 2016. Entretanto muita coisa mudou. Existem mais lavandarias, mas por outro lado a necessidade de higienização das roupas aumentou com esta pandemia. Em virtude da maior concorrência é provável que a margem de lucro se tenha esbatido um pouco, por isso mesmo deverá procurar locais que ainda não tenham muita concorrência. E por outro lado calcular, com base num plano de negócios, qual é o lucro esperado.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: